segunda-feira, 29 de junho de 2009

Drops 2: Entendendo a crise no Irã, a publicação das clássicas obras do filósofo Eric Voegelin no Brasil e informações sobre a Bíblia Dake

Já estava cansado de ler e assistir a algumas abordagens distorcidas sobre o candidato iraniano Hussein Mousavi nos jornais aqui do Brasil, onde é apresentado quase como um alternativa extraordinária diante de seu igual Ahmadinejad, como se, caso eleito, pudesse representar mesmo o começo de uma mudança na política iraniana, até que, finalmente, me deparei na semana passada com dois textos lúcidos: um do excelente colunista lusitano da Folha de São Paulo, João Pereira Coutinho, e o outro de Heitor de Paula, colunista do site Mídia Sem Máscara. Quem quiser entender melhor a situação do Irã, aconselho lerem esses dois textos (aqui e aqui). O que quero dizer? Adianto: Ahmadinejad e Mousavi são farinha do mesmo saco. Infelizmente, Mousavi não é nenhum reformista de verdade. O que, por outro lado, não significa que os protestos por mais abertura por parte de grande parte do povo iraniano não sejam verdadeiros. Apenas é preciso frisar que, em primeiro lugar, os que votaram em Mousavi não são homogênenos em seus interesses, pois se dividem entre adeptos de Rafsanjani (que quer voltar ao poder) e uma parte minoritária do povo que realmente anseia por mudanças significativas (para entender esse pequeno grupo, leia análise aqui), tendo estes votado em Mousavi apenas como uma forma de protesto e não porque o achavam maravilhoso (isto é, votaram nele só como demonstração de que desejam alguma mudança, mesmo que Mousavi não signifique nenhuma mudança significativa); e em segundo lugar, é ingenuidade pensar que todos estes que querem alguma abertura são tão abertos ao Ocidente e/ou a Israel. A maioria esmagadora deles não é - a "abertura" que pregam é limitada à cosmovisão interna deles. Se clamam pelo apoio e a cumplicidade da opinião pública internacional em seus protestos, é apenas para conseguirem fazer mais pressão no Conselho de Guardiães (que é quem manda mesmo no Irã) para que essa "abertura" aconteça. Eis as razões do conflito, que se tornou sangrento devido aos estúpidos ataques da guarda do Conselho de Guardiães para deter os protestos, até então pacíficos.

Uma excelente notícia: a Editora Loyola anunciou há poucos dias que estará lançando no Brasil em 3 de julho o primeiro dos cinco tomos de um clássico sobre a formação do pensamento ocidental: Ordem e História – Volume I – Israel e a Revelação, obra de um dos maiores pensadores do século 20, o filósofo e historiador alemão Eric Voegelin. Order and History, como a obra é conhecida em inglês, trata-se de uma verdadeira obra prima do gênero. Para quem se interessa em estudar a importância da cultura judaico-cristã para a formação do Ocidente, os cinco volumes são simplesmente imperdíveis.

Como muitos de vocês já devem saber, a CPAD lançará no mercado, nos próximos meses, mais uma ferramenta para pastores, evangelistas, professores de Escola Dominical e estudantes da Palavra de Deus em geral. Trata-se da Bíblia de Estudo Dake, fruto do árduo trabalho do pastor e professor pentecostal norte-americano Finis Jennings Dake (1902-1987). Mais sobre o assunto na atual edição do jornal Mensageiro da Paz (edição de junho). A edição de agosto do MP também trará mais informações sobre o lançamento.
A nova edição da revista Times, que está nas bancas dos EUA desde ontem, anunciou que, depois de mais de um ano sem igreja, Obama finalmente teria definido em que igreja congregará: a Capela Evergreen de Camp David. Trata-se de uma igreja não-denominacional, sem membresia e pastor fixos, onde um grupo de 60 a 70 pessoas em média, todas membros e familiares do staff da Casa Branca, se reúne periodicamente para cultuar. Obama rapidamente desmentiu a notícia. “A história é imprecisa. O presidente e a primeira dama continuam a procurar uma igreja. Eles têm gostado de orar em Camp David e em várias outras congregações nos últimos meses, e vão escolher uma igreja quando o momento certo chegar”, anunciou a Casa Branca hoje, em nota oficial. De acordo com a revista Times, desde que assumiu a presidência dos EUA, Obama visitara, além da Capela Evergreen, a Igreja Batista da Rua 19, no noroeste de Washington DC, e a Igreja Episcopal Saint John, próxima à Casa Branca, mas não se sentiu satisfeito em nenhuma delas. Por enquanto, continua a ser um cristão sem igreja e, na maioria das semanas, prefere não cultuar em igreja nenhuma.

10 comentários:

Apologeta E.F.O. disse...

Paz do Senhor Pastor Silas Daniel! Gostaria de lhe dizer que estou nas etapas finais do lançamento do meu DVD de pregação cujo tema é: Milagres: De onde eles procedem?
Esse DVD que é na área de apologética vai abordar os milagres da perspectiva bíblica e fazer uma diferenciação de muitos do exageros que estamos vendo hoje se são de Deus ou do maligno. Em breve sairá e estou muito feliz com Deus por isso e através deste comentário quero dividir minha alegria com o senhor!
Quanto a questão da Bíblia Dake, fico muito contente em saber que depois de algum tempo sem lançamento de Bíblias de Estudo. temos agora uma que capacitará os obreiros (inclusive eu) na Seara do Mestre. Estou ansiosos pela publicação.

Referente a questão de Obama, não estou supreso, pois os EUA na verdade de uns tempos para cá tornaram-se uma nação apenas nominalmente evangélica e infelizmente isso tem sido ums escândalo para o mundo pois a "maior potência mundial" deixa a desejar em termos de qualidade e profundidade espiritual, haja vista terem relegado a Bíblia a segundo plano e voltarem-se para as coisas do mundo. Acredito que o questionamento de Paulo aos Gálatas aplica-se bem a questão: Sois vós tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, acabeis agora pela carne? (Gálatas 3:3)

Soli Deo Gloria

Eduardo França de Oliveira (Pentecostal, Fundamentalista e Apologista-Polemista)

Silas Daniel disse...

Caro irmão Eduardo, a Paz do Senhor!

Parabéns pela concretização do DVD e que seu conteúdo posso edificar muitas vidas. Acerca da Bíblia de Estudo Dake, logo que tiver a confirmação da data de lançamento, estarei divulgando-a aqui no blog. Ademais, concordo com você que Obama é um reflexo também do tipo de protestantismo nominal e liberal que vemos hoje em boa parte do Ocidente.

Abraço!

André Quirino disse...

Prezado pastor Silas, a Paz do Senhor!

Aguardo ansioso o lançamento da Bíblia de Estudo Dake. Quanto à igreja em que Obama (não) congrega, sem dúvidas isso reflete o pensamento liberal do presidente, o que inclui o "politicamente correto" e, conseqüentemente, dentro do Cristianismo, o Ecumenismo. "Deus só olha para o coração dos homens, não importa a igreja de que eles façam parte. Deus reina no coração de todos, o importante é crer". Este pensamento se expande de forma assustadora a cada dia, e o presidente norte-americano tem dado o "exemplo"...

Um abraço!

Silas Daniel disse...

Caro André, a Paz do Senhor!

A Bíblia Dake, com certeza, será uma excelente ferramenta para os estudantes das Sagradas Escrituras. Quanto a Obama, é fruto desses tempos.

Abraço!

Sidnei Moura disse...

Pr. Silas Daniel,

Como leitor assíduo de suas postagens aqui em seu excelente blog, e dos periódicos de boa qualidade da CPAD, tenho sofrido nos últimos dias uma certa inquietação em relação a publicação da nova bíblia de estudo pela CPAD, a Bíblia de Estudo Dake.

Inquietação essa que tem trazido algumas indagações, as quais resolvi compartilhar contigo neste espaço, já que o corpo editorial da CPAD bem como todos nós estamos na expectativa da publicação da 1ª. edição da referida bíblia em nosso idioma.

1)No livro “Cristianismo em Crise”, de Hank Hanegraaff, publicado pela CPAD, Dake é apresentado como um dos principais disseminadores de interpretações falaciosas e fantasiosas que influenciaram uma gama de “curandeiros” do Movimento da Fé, como Benny Hinn. Na pg. 278 (da 1ª. edição impressa pela Casa), Hanegraaff faz menção de um dos livros escritos por Dake, intitulado “Plano de Deus para o Homem”, no qual Dake se refere aos germes causadores de enfermidades patológicas como “agentes materiais de satanás”, e que “nenhuma droga é capaz de curar qualquer enfermidade” e que “qualquer médico honesto admitirá que não há poder curativo nos medicamentos”.

2)Segundo Hanegraaff, na pg. 327, Dake teria feito interpretações do texto bíblico no mínimo fantasiosas em sua bíblia de estudo ao afirmar que Deus “possui um corpo como o de qualquer um de nós”, e que Deus “come, descansa e habita em uma mansão num planeta material chamado céu”. Como se não bastasse, Hanegraaff registra ainda que Dake, nas primeiras páginas do Novo Testamento de sua bíblia anotada teria registrado que “Cristo tornou-se o Ungido, ou Messias apenas 30 anos depois de seu nascimento”.

3)Ainda segundo Hanegraaff em Cristianismo em Crise, os pensamentos e interpretações de Dake não teriam apenas influenciado Benny Hinn no que diz respeito às questões de enfermidades e sofrimentos, mas também a outras questões exóticas tomadas por Hinn como fatos, como por exemplo, em relação ao domínio de Adão sobre os animais no que diz respeito as possibilidades que o homem possuía motivadas pelo “domínio” que exercia, tal como voar, dentre outras.

Como a Bíblia de Estudo Dake ainda não está disponível no mercado editorial brasileiro em nosso idioma para que façamos a devida análise da procedência dessas informações, seria justo concluir que a Bíblia de Dake é um compêndio de falsos ensinos, como afirma Hank Hanegraaff? Se as informações de Hanegraaff em seu livro Cristianismo em Crise em relação às fantasias e falácias teológicas de Dake procede, qual seria a posição da Casa a respeito?

Acredito na transparência e no compromisso da Casa em publicar e editar obras compromissadas com a saúde teológica e doutrinária como tem feito até aqui, mas essas informações conflitantes a respeito de Dake e de suas obras causam preocupação, e por isso decidi compartilhar por aqui com o propósito de obter respostas.

Desde já, muito obrigado pela atenção e parabéns por sua atuação na chefia de edição do setor de jornalismo da Casa, e parabéns mais uma vez pelo excelente blog!

Abraço!

Sidnei Moura
WWW.sidneiemoura.blogspot.com

Silas Daniel disse...

Caro Sidnei, a Paz do Senhor!

Obrigado pelas palavras de apreço e motivação. Quanto à sua preocupação, ela procede, mas pode ficar tranquilo: os erros doutrinários já eram conhecidos e foram devidamente retirados. Devido ao seu compromisso com a ortodoxia bíblica, a CPAD não publicaria a Bíblia Dake no Brasil se tivesse de publicá-la com seus equívocos. Os detentores do direito de publicação da obra de Dake autorizaram a CPAD retirar da Bíblia Dake os erros doutrinários.

Ademais, apesar dos pequenos trechos equivocados da obra (e já retirados), a Bíblia Dake é uma relevante obra com conteúdo enriquecedor, por isso a importância de sua publicação no Brasil. A título de comparação, tomemos o caso da Bíblia Scofield (que está para ser relançada no Brasil por outra editora): ela era uma boa Bíblia (apesar de não ter tantas notas explicativas como outras Bíblias de estudo que vieram após ela), mas continha erros também - como é o caso da nota que explica o episódio entre Saul e a pitonisa de En-Dor. Nem por isso a Bíblia de Scofield deixa de ser reconhecida como uma boa Bíblia de estudo, principalmente para a época em que foi lançada, quando era pioneira entre as Bíblias de estudo. Agora, imagine uma Bíblia de estudo rica, muitíssimo rica, e com o adendo de que as únicas "viagens" de seu autor foram devidamente retiradas. Pensou? É a Bíblia Dake.

Abraço!

Sidnei Moura disse...

Pr. Silas,

Que bom. Como disse, sempre acreditei no compromisso da Casa, mas não tinha conhecimento da possibilidade de subtração de partes de um material traduzido e editado em outro idioma. É vivendo e aprendendo.

Obrigado pelas informações, e mais uma vez, parabéns pela atuação na Casa e por aqui em seu espaço na blogosfera!!

Sidnei moura
www.sidneiemoura.blogspot.com

montovani disse...

Pr. Silas,Paz do Senhor!

É um grande prazer e uma honra postar o meu comentário em seu excelente blog.
Tb tenho uma certa dúvida qto a Bíblia de Estudo Dake.Acabei de adquirir uma esta semana,comprei pelo site da CPAD e estou aguardando recebê-la.Fiquei sabendo dos seus equívocos doutrinários e que a CPAD,só a publicaria se houvesse subtração de partes destoantes da verdadeira ortodoxia Bíblica.
Minha dúvida foi ao ler uma das suas anotações nos seus "Estudos Temáticos",em um link que a própria CPAD deixara para uma amostra da mesma,vi ali um trecho onde se diz na pág. 71 dos estudos temáticos:"...5 Êxodo 20.8-11; 31.14-17 deixa claro que Deus fez (restabeleceu, não criou) os céus (o firmamento,as nuvens, não o planeta céu onde Deus mora) e a terra em 6 dias...",onde o autor Hank Hanegraaff,em seu livro "Cristianismo em Crise-CPAD",pág.327,ele diz que Dake teria feito interpretações do texto bíblico no mínimo fantasiosas em sua bíblia de estudo ao afirmar que Deus “..possui um corpo como o de qualquer um de nós”, e que Deus “come, descansa e habita em uma mansão num planeta material chamado céu”...,referencia ao mesmo trecho da pág.71 de Estudos Temáticos da Biblia Dake.Pq este trecho não foi subtraido?Qual a idéia de "Um planeta chamado céu" onde Deus mora?

Acredito no compromisso da CPAD em primar pela ortodoxia Bíblica.Se possível,aguardo ansiosamente por sua resposta.

Um grande abraço,
Paz do Senhor.
Márcio Montovani.

ANTONIO CARPEGGIANI P. DA SILVA disse...

Caro Pastor Silas Daniel, louvo a Deus pelos seus comentários acerca da Bíblia Dake, confesso que muito me motivou e acabei comprando-a. Gosto muito muito dos comentário do Pastor Dake. Essa Bíblia é uma rica fonte de informações. É claro que, por se tratar de comentários de um homem há a possibilidade que haver pontos de vista divergentes, porém isso não reduz a credibilidade da Bíblia Dake.
Que Deus, em sua infinita misericórdia, possa usar esse material e transformar os seus comentários em poderosas ferramentas nas maões dos pregadores e professores. Que Deus em Cristo abençoe a todos.

http://salvacaoparavoce.blogspot.com

ANTONIO CARPEGGIANI P. DA SILVA disse...

Que Deus abençoe a todos